terça-feira, 30 de agosto de 2011

DEPRESSÃO A DOENÇA DO SÉCULO - A LUZ DA BÍBLIA

Depressão a Luz da Biblia





As coisas encobertas pertencem ao Senhor nosso Deus, mas as reveladas nos pertencem a nós... Deuteronômio 29.29
Pânico e depressão segundo o meu entendimento é um assunto polemico, porque tem a visão da medicina e da Bíblia. È uma doença mental ou espiritual? Tudo isto faz parte do assunto. Em fim é um assunto polemico.





INTRODUÇÃO:
O Pânico, ou a Síndrome do Pânico é um medo acima do normal, é um medo extremo que domina totalmente a pessoa. Depressão é uma pressão mental, que pode ser ocasionada por: Derrota-, sentimento de perda, solidão, desprezo, abandono, sentimento de culpa, falta de perdão, ou muitas vezes sem motivo algum. A meu ver estas doenças são espirituais, provocadas por demônios, que não precisam de motivo algum para atacar o homem. I Pd. 5: 8.
O melhor remédio contra a Síndrome do Pânico e a Depressão não é o calmante, ou qualquer droga oferecida pelo médico, mas sim a Palavra de Deus. Sl. 107: 20; Pv. 3: 1 -8.
A Bíblia mostra muitos momentos de pânicos, mas o maior remédio para o pânico é a fé em Jesus Cristo e na sua Palavra. Mt. 14: 22 – 31; Nm. 13: 25 – 33; Nm. 14: 1 – 9.
Homens de Deus também passaram por momentos de depressão, mas a Palavra de Deus e a fé no Todo Poderoso foi o seu remédio. Sl. 18: 1 – 6.
Quando começamos a meditar na Palavra de Deus, vamos ver que os homens de Deus tiveram motivos de sobra para sofrer da Síndrome de Pânico e de Depressão, mas eles venceram estas obras malignas do diabo usando as mesmas armas que Jesus usou no deserto. Lc. 4: 1 – 12; Ef. 6: 17.
A Bíblia mostra claramente que estas doenças atingiam os homens que Deus usava, mas a Bíblia mostrava respostas, ou seja, remédios para estas doenças, que eram provocadas por demônios. I Sm. 16: 14 – 23; II Co. 12: 1 – 10.
Alguém pode perguntar “Qual a garantia que a Bíblia nos da de que a Síndrome do Pânico e a Depressão são provocadas por espíritos malignos”? É Simples a Síndrome do Pânico, o simples momentos de pânicos e a Depressão matam e segundo a Bíblia, quem veio para matar e destruir é Satanás e seus demônios. João. 10: 8 – 10.

Outra coisa, a Síndrome do Pânico e a Depressão é uma grande mentira que o diabo coloca na mente do homem. João. 8: 44.

Para que o homem venha a se libertar da Síndrome do Pânico e da Depressão, é somente substituir as mentiras que o diabo coloca na sua mente pelas verdades de Jesus. João. 1: 17; João. 8: 31 e 32; João. 14: 6.

Seja medo (pânico) ou a depressão o importante é rejeitar e tomar posse da Palavra de Deus Rm. 8: 15; II Tm. 1: 7; I João. 4: 18. N o momento de pânico ou depressão é lembrar sempre de Jesus e acreditar que Ele está sempre por perto. Lc. 6: 50; Mt. 28: 20b.
Seja qual for o momento que você estiver vivendo, seja pânico, depressão, ou qualquer doença, lembre-se que Jesus está olhando e mandando ajuda. Sl. 34: 7; Sl. 9: 1- 11; Atos 12: 1 – 11.

Tomar posse da Palavra de Deus, do poder, e do nome de Jesus, e mandar o espírito que causa a Síndrome do Pânico e da Depressão bater em retirada. Lc. 10: 19 e 20.
O pânico e a depressão é um espírito maligno que atua na mente, substitua as setas do medo e da opressão pela Palavra de Deus. Sl. 1: 1 e 2; Cl. 3: 1 e 2.

Se você sofre destes males ou conhece alguém que sofre, toque em Jesus, ou mande esta pessoa tocar, pois tenho certeza de que a mulher do fluxo de sangue, em seus doze anos de enfermidade viveu momentos de pânicos e de depressões, mas quando ela tocou em Jesus, tudo mudou em sua vida. Lc. 8: 40 – 48.

Lembre-se a Síndrome do Pânico e a Depressão não é nada para Deus. Lc. 18: 27; Lc. 1: 37; Jr. 32: 27.

Para aquele que acham que a Síndrome do Pânico e a Depressão uma doença, mas não é causada por demônios, a Palavra de Deus que é Jesus também é o único remédio. Is. 53: 4 e 5; Mt. 4: 23 – 25.

Outro bom remédio para a Síndrome do Pânico e para a Depressão é a oração. Sl. 55: 17.


Pr.  Márcio Gerdan C. Nascimento
AIDB - SÃO LOURENÇO DA SERRA

Um comentário:

byClaudioCHS disse...

Medo...
Vontade de dar um grito,
ou calar-se para sempre
De ficar parado, ou correr
De não ter existido
ou deixar de existir (morrer)
Não há razão quando a mente não funciona
(redundante, não?)
Vão extinguindo-se as questões
mesmo sem respostas
Perde-se, neste estágio,
a vontade de saber.
O futuro é como o presente:
É coisa nenhuma, é lugar nenhum.
Morreu a curiosidade
Morreu o sabor
Morreu o paladar
parece que a vida está vencida
Tenho medo de não ter mais medo.
Queria encontrar minhas convicções...
Deus está em um lugar firme, inabalável,
não pode ser tocado pela nossa falta de confiança
Até porque, na verdade, confio nele
O problema é que já não confio em mim mesmo
Não existe equilíbrio para mentes sem governo
A química disfarça, retarda a degradação
mas não cura a mente completamente
E não existem, em Deus, obrigações:
já nos deu a vida, o que não é pouco,
a chuva, o ar, os dias e noites
Curar está nele, mas, apenas retardaria a morte
já que seremos vencidos pelo tempo
(este é o destino dos homens)
e seremos ceifados num dia que não sabemos
num instante que mira nossa vida
e corre rápido ao nosso encontro lentamente
(ou rasteja lento ao nosso encontro rapidamente?)
Sei lá...
Mas não sei se quero estar aqui
para assistir o meu fim
Queria estar enclausurado, escondido...
As amizades que restam vão se extinguindo
e os que insistem na proximidade
são os mesmos que insistirão na distância,
o máximo de distância possível.
A vida continua o seu ciclo
É necessário bom senso
não caia uma árvore velha, podre, sobre as que ainda estão nascendo.
Os que querem morrer deixem em paz os que vão vivendo
Os que querem viver deixem em paz os que vão morrendo
Eu disse bom senso?
Ora, em estado de pânico não se encontra bom senso
nem princípios, nem razão, nem discernimento,
nem força alguma
Torna-se um alvo fácil
condenável pelos que estão em são juízo
E questionam: onde está sua fé?
e respondo: ela estava aqui agora mesmo...
ela não se extingui, mas parece que as vezes se esconde de mim...
o problema é que, quando a mente está sem governo
(falo de um homem enfermo)
é como um caminhão que perde o freio
descendo a serra do mar...
perde-se o contato com a fé e com tudo o que há...
e por alguns instantes (angustiantes)
não encontramos apoio, nem arrimo, nem chão, nem parede, nem mão...
ah... quem dera, quem dera...
que a mão de Deus me sustente neste instante...
em que viver é tão ou mais difícil que conjulgar todos os verbos...
porque sou, neste momento
a pessoa menos confiável para cuidar de mim mesmo...
tenho medo, medo...
medo de perder o medo
de sair da vida pela porta de saída...
medo de perder o medo
de apertar o botão "Desliga"...

http://progcomdoisneuronios.blogspot.com

.